A NMC Projetos e Consultoria fez duas apresentações dos planos municipais de Saneamento Básico (PMSB) e de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS) de Ribeirão das Neves para técnicos da Prefeitura. Os eventos foram preparatórios para a criação do Conselho e do Fundo Municipal de Saneamento Básico em processo de articulação política. Na primeira reunião, o engenheiro ambiental Guilherme Cerqueira apresentou o PMSB. No segundo encontro, o foco foi o PMGIRS, cujo resumo ficou por conta da engenheira Nirley Dutra, que tratou sobre os objetivos programas e metas do plano.

A engenheira abordou os serviços de coleta domiciliar, coleta seletiva, varrição, capina, roçada, limpeza de bocas-de-lobo, destinação final dos resíduos sólidos conforme a legislação ambiental, gerenciamento dos resíduos da construção civil e implantação de melhorias no sistema de gestão dos serviços de limpeza pública em geral. No primeiro encontro, em relação ao PMSB também foram destacadas as metas do serviço de abastecimento de água, cobertura de coleta e tratamento do esgoto sanitário e obras de drenagem pluvial.

RETOMADA DOS PLANOS

Segundo o secretário municipal adjunto de Obras e Meio Ambiente, André Matos, os encontros foram necessários para retomar a atenção sobre os planos de Saneamento Básico e de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, que foram concluídos em 2016 e “precisam ser implementados”. Um dos primeiros passos, segundo o secretário, é a criação do Conselho e do Fundo Municipal de Saneamento com ampla participação de todos os setores sociais. “Precisamos garantir as metas de melhoria dos serviços de água e esgoto e da limpeza urbana e tratamento do lixo e para isso é fundamental termos o conselho e o fundo implantados para aumentar nossa articulação e poder de atuação junto à Copasa e a outras empresas prestadoras de serviços e conseguir obter as condições necessária para captar recursos estaduais e federais para investimentos em Ribeirão das Neves”, concluiu Matos.

Os planos foram elaborados pela NMC Projetos e Consultoria a serviço da Prefeitura de Ribeirão das Neves, com recursos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais. Durante mais de um ano foram realizadas pesquisas e estudos técnicos diversos, com a participação da população, que foi ouvida em seis assembleias regionais. O trabalho final resultou em um diagnóstico dos serviços de saneamento e de tratamento dos resíduos sólidos no município. A partir da situação constatada, foram definidas metas para a melhoria dos serviços de saneamento e de limpeza para até 2034.

By | 2018-04-13T20:19:19+00:00 abril 13th, 2018|Notícias, PAC Neves|0 Comentários

Deixar Um Comentário